Create your blog and photo album with postbit
Create your blog and photo album

Create new post

Content:

Upload a picture:
Tags (keywords separated by comma)

Save Cancel
haikai:   Followers: 17 ; Following: 8

Explore haikai's photo albums:
Photos from posts (6)
Sumi-e (4)
Classic Haikus (1)
Haiku Art and Inspiration (3)
Suiseki (6)

Paulo Leminski - Matsuo Bashô - Livro


Capa do livro raro do Paulo Leminski: "Matsuó Bashô - A Lágrima do Peixe", 104 páginas.
Editora Brasiliense - Coleção Encanto Radical (vol.40) - Ano: 1983
Tamanho: 12x16 cm

A ilustração da capa mostra um monge japonês com círculo vermelho ao fundo representando o sol da bandeira do Japão.

Dedicatória:
Para Alice Ruiz que, entre tantas coisas, ainda acha tempo para ser uma haikaísta japonesa do século XVIII.

A LÁGRIMA DO PEIXE
Texto do verso:

"Século XVIII. Aos 25 anos, Bashô abandona a sua casta social de origem, os samurais. Vai ser o maior poeta que o Japão já produziu. Toda a sua vida é dedicada a um poema em forma miniatura, o haikai, severo exercício de linguagem onde infinitas coisas se dizem com um mínimo de meios. Bashô reúne seguidores, discípulos, aprendizes aos milhares, e faz do haikai uma das vias para se atngir a iluminação.
O polilíngüe Leminski traduz Bashô, recria, penetra na cultura em que viveu o poeta e retorna ao Brasil do século XX trazendo a nós a experiência da beleza vivida por um velho samurai que abandonou a arte da guerra para fazer poesia."


Índice do livro:

Capítulo 1: Haru (Primavera) .... 12
Capítulo 2: Nátsu (Versão) .... 31
Capítulo 3: Áki (outono) .... 50
Capítulo 4: Fuyú (Inverno) .... 64
Capítulo 5: Diógenes e o Zen .... 71
Posfácio .... 96
Tempo de Bashô .... 100
Indicações para leitura .... 102
Sobre o autor .... 103

Trechos:

silêncio
o som das cigarras
penetra as pedras
(Bashô)

Os Dôs:

1. Ken-dô
Todos os povos lutaram com espadas. Nenhum levou o culto da espada tão longe quanto os japoneses.
A prática do Kendô se faz com espadas de bambu, rachadas na ponta, para fazer barulho quando atingem o corpo do parceiro de treino.

2. Kyu-dô
Como o Caminho da Espada, a do Arco-e-Flecha ("Kyu-dô") é outra arte marcial, que serve de suporte para a experiência zen.


3. Chá-dô
O chá tem proporcionado aos monges Zen uma proteção contra o sono, nas longas sessões de meditação, e de tal modo esclarece e revigora a mente que já foi dito, com elegante trocadilho em chinês: "o gosto do Zen (ch'an) e o gosto do chá (ch'a) são o mesmo".
A cerimônia do chá é mnuito simples e, ao mesmo tempo, muito complexa. Alguém convida quatro ou cinco amigos. Estes se reúnem em volta de uma chaleira de água fervendo.
O dono da casa distribui os utensílios para o consumo do chá.
A água fervendo é derramada sobre a planta, que todos sorvem, em silêncio e tranqüilidade.
Por trás de toda essa simplicidade, inúmeras sutilezas.
Harmonia, respeito, pureza e tranqüilidade, as qualidades da Arte do Chá.

4. Haiku-dô
A mais funda espiritualidade manifesta-se nos eventos mais vulgares.
Os pensamentos mais sutis revelam-se nas dondições mais materiais. E a mais alta poesia, nas circunstâncias mais pedestres e corriqueiras. Assim, Bashô transformou uma prática de texto, uma produção verbal, em "caminho" para o zen, a mais extraordinária aventura espiritual do bicho homem.
O caminho do haikai, arte zen, parece um contrasenso nesse zen tão não verbal. Exatamente por isso desconfiamos que o haikai, talvez, não seja escrito em palavras.
Duvidamos até que seja escrito.
Ele é inscrito. Desenhado. Incrustado, como um objeto, em outro sistema de signos.
Palavras mais que palavras: gestos, vivências, coisas-em-si.

5. Zen
Existe uma relação muito direta entre zen e poesia. Entre zen e arte. O zen parece ser uma "religião" de artistas e poetas.
Coloco "religião" entre aspas, porque essa palavra, que, em latim, quer dizer "re-ligação" ("religio"), é ocidental demais, para designar, por exemplo, o conjunto das crenças hindus, onde há correntes atéias, até o budismo, que é, quanto a deuses, agnóstico. A norma, no Extremo Oriente, é o sincretismo.

- Paulo Leminski (trechos do livro "Matsuó Bashô - A Lágrima do Peixe", editora Brasiliense)

Post by haikai (2012-03-27 12:32)

Post your comment:

Name: Email: Site:


| Explore users | New posts | Create your blog | Create your photo album |
| About Postbit | Our blog | Terms of use | Contact Postbit |


Copyright © 2018 - postbit.com