Create your blog and photo album with postbit
Create your blog and photo album

Create new post

Content:

Upload a picture:
Tags (keywords separated by comma)

Save Cancel
haikai:   Followers: 12 ; Following: 8

Explore haikai's photo albums:
Sumi-e (4)
Kakemono - Japanese Hanging Scrolls (6)
Suiseki (6)
Photos from posts (6)
Haiku Art and Inspiration (3)

Entrevista sobre o Haicai

BATE-PAPO DO UNIVERSO DO HAICAI

Universo do Haicai: Qual seu nome?

Rodrigo de Almeida Siqueira.

Universo do Haicai: Quando começou a compor Haicais?

Começei a compor Haicais em 1990, quando participei pela primeira vez de um concurso no Centro Cultural Vergueiro, em São Paulo, promovido pela Revista Portal e pela Aliança Cultural Brasil-Japão. No concurso, ao som de música oriental (indiana e japonesa) ao vivo e de pessoas do Grêmio de Haicai Ipê explicando como se escrevia um Haicai, foi minha primeira tentativa de escrever um poema neste estilo.

Universo do Haicai: Qual o seu primeiro Haicai?

Este é um dos meus primeiros haicais:

Barco de papel
naufraga na torrente
chuva de verão
 

Universo do Haicai - Qual foi o primeiro premiado?

Estes 3 foram premiados nos concursos:

Solidão no ninho
o pássaro se assusta
no eco do trovão
(1991)
O sol poente
despede-se lentamente
do ipê no campo
(1992)
Sopra o vento
os pássaros correm
atrás das sementes
(1994)

Universo do Haicai: Qual o seu Haicai preferido?

Não tenho um Haicai meu preferido, mas se precisar escolher gosto deste:

Toque colorido
na ponta do capim
pousa a borboleta
Ou este, escrito usando o estilo das rimas de Guilherme de Almeida:

Devagar devagar
a folha, sem escolha,
vaga pelo ar.


Universo do Haicai: Cite um Haicai que gostaria de ter escrito?

Este abaixo. É um dos meus favoritos escrito pelo grande mestre Matsuo Basho:

Ao sol da manhã
uma gota de orvalho
precioso diamante

Universo do Haicai: Cite um haicaísta e um de seus Haicais.

Quietude --
O barulho do pássaro
Pisando em folhas secas.
- Ryushi

Universo do Haicai: O que é o Haicai?

Assim como o click de uma máquina fotográfica, o Haicai é o registro de um determinado momento, sensação, impressão ou drama de um fato específico da natureza. É aproximadamente a imagem de um flash ou resultado de uma descoberta ou insight cercada de pureza, simplicidade e sinceridade.

Universo do Haicai: Um nome masculino no universo haicaístico brasileiro.

Masuda Goga, um dos mestres que dedicou-se ao haicai durante toda sua vida, transmitindo esta poesia e inspirando novos poetas.

Universo do Haicai: Um nome feminino.

Alice Ruiz, de Curitiba, professora de Haikai.

Entrevista feita por Antônio Seixas, em 22 de março de 2005.

 

Post by haikai (2012-10-13 16:38)

Post your comment:

Name: Email: Site:

Vagalume - animação-poema para Videotexto

O poema "Acende apaga..." é um haikai de Alice Ruiz, interpretado por Julio Plaza para o Videotexto.



Durante os anos de 1980 diversos poetas, encorajados pelo movimento concretista e pelo surgimento de novos tecnologias, criaram trabalhos artísticos gráficos e textuais como este video-poema (animação para videotexto) utilizando apenas poucas palavras e recursos simples para obter resultados muito interessantes.
Veja também o poema "LUA NA ÁGUA" neste formato de animação para Videotexto.

Apaga a luz
antes de amanhecer
um vagalume

(Alice Ruiz)

Post by haikai (2012-08-10 16:32)

Post your comment:

Name: Email: Site:

Paulo Leminski - Matsuo Bashô - Livro


Capa do livro raro do Paulo Leminski: "Matsuó Bashô - A Lágrima do Peixe", 104 páginas.
Editora Brasiliense - Coleção Encanto Radical (vol.40) - Ano: 1983
Tamanho: 12x16 cm

A ilustração da capa mostra um monge japonês com círculo vermelho ao fundo representando o sol da bandeira do Japão.

Dedicatória:
Para Alice Ruiz que, entre tantas coisas, ainda acha tempo para ser uma haikaísta japonesa do século XVIII.

A LÁGRIMA DO PEIXE
Texto do verso:

"Século XVIII. Aos 25 anos, Bashô abandona a sua casta social de origem, os samurais. Vai ser o maior poeta que o Japão já produziu. Toda a sua vida é dedicada a um poema em forma miniatura, o haikai, severo exercício de linguagem onde infinitas coisas se dizem com um mínimo de meios. Bashô reúne seguidores, discípulos, aprendizes aos milhares, e faz do haikai uma das vias para se atngir a iluminação.
O polilíngüe Leminski traduz Bashô, recria, penetra na cultura em que viveu o poeta e retorna ao Brasil do século XX trazendo a nós a experiência da beleza vivida por um velho samurai que abandonou a arte da guerra para fazer poesia."


Índice do livro:

Capítulo 1: Haru (Primavera) .... 12
Capítulo 2: Nátsu (Versão) .... 31
Capítulo 3: Áki (outono) .... 50
Capítulo 4: Fuyú (Inverno) .... 64
Capítulo 5: Diógenes e o Zen .... 71
Posfácio .... 96
Tempo de Bashô .... 100
Indicações para leitura .... 102
Sobre o autor .... 103

Trechos:

silêncio
o som das cigarras
penetra as pedras
(Bashô)

Os Dôs:

1. Ken-dô
Todos os povos lutaram com espadas. Nenhum levou o culto da espada tão longe quanto os japoneses.
A prática do Kendô se faz com espadas de bambu, rachadas na ponta, para fazer barulho quando atingem o corpo do parceiro de treino.

2. Kyu-dô
Como o Caminho da Espada, a do Arco-e-Flecha ("Kyu-dô") é outra arte marcial, que serve de suporte para a experiência zen.


3. Chá-dô
O chá tem proporcionado aos monges Zen uma proteção contra o sono, nas longas sessões de meditação, e de tal modo esclarece e revigora a mente que já foi dito, com elegante trocadilho em chinês: "o gosto do Zen (ch'an) e o gosto do chá (ch'a) são o mesmo".
A cerimônia do chá é mnuito simples e, ao mesmo tempo, muito complexa. Alguém convida quatro ou cinco amigos. Estes se reúnem em volta de uma chaleira de água fervendo.
O dono da casa distribui os utensílios para o consumo do chá.
A água fervendo é derramada sobre a planta, que todos sorvem, em silêncio e tranqüilidade.
Por trás de toda essa simplicidade, inúmeras sutilezas.
Harmonia, respeito, pureza e tranqüilidade, as qualidades da Arte do Chá.

4. Haiku-dô
A mais funda espiritualidade manifesta-se nos eventos mais vulgares.
Os pensamentos mais sutis revelam-se nas dondições mais materiais. E a mais alta poesia, nas circunstâncias mais pedestres e corriqueiras. Assim, Bashô transformou uma prática de texto, uma produção verbal, em "caminho" para o zen, a mais extraordinária aventura espiritual do bicho homem.
O caminho do haikai, arte zen, parece um contrasenso nesse zen tão não verbal. Exatamente por isso desconfiamos que o haikai, talvez, não seja escrito em palavras.
Duvidamos até que seja escrito.
Ele é inscrito. Desenhado. Incrustado, como um objeto, em outro sistema de signos.
Palavras mais que palavras: gestos, vivências, coisas-em-si.

5. Zen
Existe uma relação muito direta entre zen e poesia. Entre zen e arte. O zen parece ser uma "religião" de artistas e poetas.
Coloco "religião" entre aspas, porque essa palavra, que, em latim, quer dizer "re-ligação" ("religio"), é ocidental demais, para designar, por exemplo, o conjunto das crenças hindus, onde há correntes atéias, até o budismo, que é, quanto a deuses, agnóstico. A norma, no Extremo Oriente, é o sincretismo.

- Paulo Leminski (trechos do livro "Matsuó Bashô - A Lágrima do Peixe", editora Brasiliense)

Post by haikai (2012-03-27 12:32)

Post your comment:

Name: Email: Site:

Sugestão de temas para haikai


Infinitas variações sobre cada um dos seguintes temas fornecem situações muito utilizadas como pano de fundo ou personagens para a cena do haikai:


estrela folha seca espuma
abelha borboleta trigo
vento campo de arroz geada
riacho coruja galho
cachoeira serpente gaiola
caverna vagalume musgo
sombra areia neblina
milharal noite rosa
bambu tempestade nuvem
pipa coral casca
estrela do mar gramado campo
fogueira pescador eclipse
lareira gaiola raio
oceano gaivota pedra
pêssego brilho gato
gota d'água música montanha
pomar mariposa luar
alvorada deserto nevoa
perfume lagarto alameda
brisa caminho floral
pinheiro orquídea capim
neve trem (apito) dourado
espinho formigueiro brisa
ponte libélula tartaruga
grão andorinha orvalho
gerânio pétala criança
varal semente ipê
canoa pardal clareira
poeira arco-iris trilha
onda vulcão por-do-sol
violeta arbusto nevoeiro

Embora o uso de termos naturais seja mais comum, isso não se tornou uma restrição ao conteúdo. Variações e adaptações para a vida moderna da cidade fez com que fosse necessário usar novos temas mais ligados à condição e à realidade do poeta, mostrando as transformações do homem que resultam no afastamento do meio natural.
Assim surgiram os haikais urbanos, suburbanos e industriais.
Estes muitas vezes são considerados subprodutos dos haikais originais, apesar retratar momentos da realidade e sonhos do cotidiano, muitas vezes com tão belos quanto os haikais sobre a natureza.

-- Rodrigo Siqueira

Post by haikai (2011-09-17 23:45)

From: Taina
quero temas comuns aos haicais 2014-09-10 16:39

From: lara
quero um tema comum 2014-08-18 14:11

From: leticia
quero um tema comum 2014-08-10 22:55

From: leticia
quero um tema comum 2014-08-10 22:54

From: marianna
qual o tema mais comum abordados nos haicais 2013-09-16 09:25

From: Ana Beatriz
Quero um tema comum 2013-09-04 23:02

Post your comment:

Name: Email: Site:

Caixa de Hai Kai


A "Caixa de Hai Kai" é um projeto com mais de 1000 haikais escritos por diversos haikaistas e selecionados por Carlos Seabra: http://seabra.com/haikai/

Carlos Seabra também é o autor do livro "Haicais e Que Tais":

Blog sobre o livro: http://haicaisequetais.blogspot.com/

Haicai de Carlos Seabra, utilizando a forma e a rima no estilo de Guilherme de Almeida:

pardal no fio
ouve o telefone
mas não dá um pio

Entrevista sobre Hai-kai com Carlos Seabra, onde ele conta que aprendeu a fazer haikais na época do videotexto:
http://cseabra.wordpress.com/2005/12/28/roda-de-memoria-do-haicai/

Post by haikai (2011-09-14 17:58)

Post your comment:

Name: Email: Site:

Enso


Enso é uma palavra japonesa que significa "círculo". Simboliza o absoluto, a iluminação, a força, elegância, o Universo e o vazio. Também simboliza a própria estética japonesa. O Enso é representado por um círculo feito com técnica de caligrafia oriental utilizando-se um único gesto em um movimento rápido com o pincel.]

Veja imagens de Enso na Galeria de Sumi-e deste Postbit.

Post by haikai (2011-09-13 16:34)

From: Haiyuan
Olá, Eu acho isso muito bonito Enso. É possível saber a origem? Eu possivelmente usá-lo para um projeto. obrigado Yann 2014-03-10 14:23

Tags: Estética Japonesa

Post your comment:

Name: Email: Site:

Matsuo Basho - O Mestre do Hai Kai


Matsuo Basho (1644-1694) foi o poeta mais famoso do período Edo no Japão, mestre criador do Haikai.
Detalhe do Retrato de Bashô - por Watanabe Kazan.
Veja a pintura completa na galeria de arte de haikais:
http://haikai.postbit.com/photos/haiku-art.html

Post by haikai (2011-09-12 15:43)

Post your comment:

Name: Email: Site:

Wabi-sabi

Alguns conceitos da estética japonesa que podem ser aplicados pelos apreciadores e escritores de Haikai:

Wabi-sabi:
O Wabi-sabi é uma maneira de compreender e encarar o dia a dia, vendo beleza nas coisas mesmo que tenham imperfeições, estejam incompletas ou sejam coisas passageiras. Na filosofia Zen, existem 7 princípios estéticos para alcançar o "Wabi-sabi":
  1. Fukinsei: Assimetria, irregularidade
  2. Kanso: Simplicidade
  3. Koko: básico, intemperizado
  4. Shizen: sem pretensão, natural
  5. Yugen: graça profundamente sutil, não óbvia
  6. Datsuzoku: livre, não limitado por convenções
  7. Seijaku: tranquilidade
Mais informações: http://en.wikipedia.org/wiki/Japanese_aesthetics

Post by haikai (2011-09-10 16:28)

Tags: Estética Japonesa

Post your comment:

Name: Email: Site:

Hobbies para quem gosta de haikai

O haikai é uma forma de arte e um hobbie que incentiva a simplicidade, o contato com a natureza, o minimalismo, a harmonia, a concentração e a beleza das pequenas coisas e dos momentos. Outros hobbies orientais também possuem estes valores que são baseados na tradição Zen e na estética japonesa.

1) Sumi-ê:


Sumi-e significa "pintura com tinta" em japonês. É uma antiga técnica tradicional de pintura oriental que existe há milhares de anos. Mistura de desenho com elementos da arte da caligrafia. Como em um haikai, o artista deve passar sua mensagem nesta pintura de modo resumido e sem equívoco. Geralmente é monocromático para atingir essa simplicidade.
Álbum de fotos: http://haikai.postbit.com/photos/sumi-e.html

2) Jardim japonês em miniatura:

Também conhecidos como "Hakoniwa" (jardim na caixa), "Peijing", "Miniature landscapes".
Os instrumentos de jardinagem para estas miniaturas são pequenos, como pinça e colher de café.
http://www.bonsaiempire.com/advanced/synergy-miniature-landscapes

3) Bonsai:

Árvores em miniaturas.
Incrível blog sobre Bonsai: Aido Bonsai - http://aidobonsai.wordpress.com/

4) Ikebana:

Arranjo com flores que enfatiza a harmonia e o aspecto linear. Geralmente baseada em três pontos principais simbolizando o céu, a terra e a humanidade. Ikebana significa "flores vivas", em japonês.

5) Suiseki:


Arranjo de pedras naturais que sugerem montanhas, paisagem, animais, pessoas ou objetos. Suiseki em japonês significa "Pedra de Água" (Sui = pedra; Seki = água). Costumam ser expostos em bases de madeira, podendo ser entalhadas como o contorno das pedras.
Álbum de fotos: http://haikai.postbit.com/photos/suiseki.html
Blog de Aido Bonsai sobre estas pequenas montanhas de pedras: http://aidobonsai.wordpress.com/tag/montanhas/

Post by haikai (2011-09-07 16:19)

Post your comment:

Name: Email: Site:

Deixe sua mensagem

"A friagem de um dia frio, o calor de um dia quente, a lisura de uma pedra, a brancura de uma gaivota, a lonjura das montanhas distantes, a pequenez de uma florzinha, a umidade de uma estação chuvosa... Estas coisas sem qualquer pensamento ou emoção ou beleza ou desejo é Haicai"

R. H. Blyth


Quer conversar sobre haikais ?
Deixei aqui sua menagem, sugestão ou haikai.

Post by haikai (2011-09-06 20:31)

From: cachone
Site: http://grupoouroverde.blogspot.com
libélulas dançam no lago peixe pega isca morte certa haikai by Cachone 2012-01-29 15:29

From: Celso Augusto Guimaraes Santos
Hola Rodrido! Eu estou fazendo doutorado em Engenharia Civil aqui no Japão. Sabado me encontrei com a Profa. Tanaka (ela já foi minha professora de japonês) e ela me falou sobre a sua pagina de Haiku. Entao, hoje tirei um tempinho para visitá-la. Abracos, Celso Augusto. ... ooo (o o) o| | --> Bye! ----oOO--(_)---------------------------------- Celso Augusto Guimaraes Santos Depart. of Civil Eng. Ehime University - JAPAN Home: 5-7, 1 Chome, Ishite - Matsuyama-shi, Ehime 790 ---------------------------------------------- Wed Nov 2 05:29:20 1994 2011-10-14 20:34

Post your comment:

Name: Email: Site:

  << PREVIOUS PAGE Page 2 of 3 NEXT PAGE >>

| Explore users | New posts | Create your blog | Create your photo album |
| About Postbit | Our blog | Terms of use | Contact Postbit |


Copyright © 2017 - postbit.com